Som no Caixão #14 - Funky Contraptions


Bem vindos de volta, ouvintes libertários desta minha internet sem vergonha! Espero que estejam todos bem. Apesar do atraso de uma semana (estava sufocado de coisas pra fazer) o novo episódio está aqui e será um choque para todos. Falaremos da banda francesa Foxapet e seu álbum Funky Contraptions. Cai dentro!

Veja abaixo no fim deste post como ouvir o episódio direto do navegador ou como baixar para teu smartphone ou MP3 player, e conheça uma banda que poderá mudar tudo o que você sabe sobre um estilo musical.

Duração: 56:57 minutos
Tamanho do download: 45,7 mb

LINKS RELACIONADOS AO EPISÓDIO
Site oficial do Foxapet
Arte da capa do álbum
Baixe o álbum e outras músicas do Foxapet
Vídeo da banda ao vivo
Fotógrafa Audrey Cirelli, autora da foto do Foxapet
Copyleft
Veementes no Facebook
Veemente no Soundcloud
Mídia de Bar
Abordagem Nerd
Crazy Metal Mind
Motown

SOM NO CAIXÂO NAS REDES SOCIAIS
Tem Tuíti? Feicebúqui? Gúgolpluis? Unha encravada? Chore comigo nas redes sociais abaixo:
Curta o Som no Caixão no Facebook
Siga o Teatro Escuro do Pensador Louco no Twitter
Circule o Teatro Escuro do Pensador Louco no Google Plus
Também estamos no Podflix
No Podkasto
E no Stitcher

E-MAIL
Gostou ou gosta de ouvir o Som no Caixão? Primeira vez? Segunda? Quarta feira? Uma das melhores formas de manter o som rolando é mandar um e-mail, nem que seja pra dizer que achou o som uma bosta. Então, cambada de desgramados, escrevam para pensadorlouco@gmail.com e mantenham este podcast morto-vivo. É grátis, é supimpa e tudo que peço é um fidibéqui pra saber se tem, alguém além das vozes na minha cabeça, ouvindo.

RSS e FEED
Só pra te informar, ambos são basicamente a mesma coisa e você pode assiná-los clicando aqui.

COMO OUVIR ESTE PODCAST
Basta clicar com o mouse no play (que parece um triângulo de três pontas apontando pra Meca) logo abaixo deste texto idiota, para ouvir direto no navegador.
Para baixar para teu computador em formato MP3, clique em “Faça o download do episódio” com o botão direito e escolha “Salvar link como”.
Se você é um desses hipsters que consideram MP3 coisa do passado e de gente com pouca amplitude cultural, baixe o episódio em formato Ogg Vorbis fazendo o mesmo que fez no parágrafo acima, mas no link indicado para Ogg Vorbis.
Arquivo zipado? Quer mais moleza ainda? Então sente no pudim e clique no link “Faça o Download em formato Zip”, e nunca reclame que não damos várias alternativas pra você ouvir esta porrinha.
E finalmente, para baixar via Torrent basta clicar no link indicado (desde que você tenha um programa de Torrent instalado, mané).
Ficou claro? Benzafio!

Faça o Download do episódio em MP3
Faça o Download do episódio em Ogg Vorbis
Faça o Download do episódio em formato Zip
Faça o Download do episódio via Torrent




8 comentários:

  1. Me senti numa sessão de Jazz e Soul,adorei....não tenho o conhecimento p/ 1 comentário "musicalmente mais técnico",mas viajo e curto,e isto me faz tri bem..=D Continues c/ teu trabalho fodástico !!... bjs.....

    ResponderExcluir
  2. Manu minha cabelera chego a tremelicar quando ouvio a banda. Ainda tem muito suingue no planeta e foi bom tu voltar a acender o estilo desse jeito, eu curti muito mais agora ateh vou te perdoar. Quando ouvi que tu ia fazer um snc de funk cheguei a procura minha arma e tu ia ingauruar a bicha huashuashuashuashuashuas
    Mais foi muito som e quem diria que os franceses com essa cara de soh vive no vinho com baguete ia saber fazer uma suinguera alto nível assim kkkkkkk
    Tu eh doido mesmo mais muito bom. divulgando

    ResponderExcluir
  3. Minha amiga, você não precisa de conhecimento técnico para gostar de boa música, apenas de um cérebro e vejo que você nasceu com um bem acima da mediocridade geral. O Foxapet tem realmente o pé enfiado até o joelho no jazz e isso faz do som deles uma escolha ímpar pra se ouvir (principalmente no Brasil).

    Gostar de boa música não é imposição, é somente querer, dar chance abrir os parâmetros culturais. Então num mundo com tanta coisa boa porque alguém deveria se deixar impor o que ouvir? Você tem mente aberta e bom gosto, mas muitos não têm principalmente porque não têm opção, não sabem que têm opção. E é por esses e por nós, eu, você, o Wendell, minha patroa, Michel, todos os que ouvem e participam aqui e curtem, que eu tenho tanta gana em fazer este cast.

    Beijão e obrigado pelas palavras gentis. 8)

    ResponderExcluir
  4. Sabe, se esse avatar realmente é você eu ia acabar não resistindo e comentando sobre as madeixas, rê rê rê. Casam muito bem com o som deste episódio (brincadeira).


    Obrigado por ter poupado minha vida. Chegarei até a pensar duas vezes antes de fazer meu episódio sobre lambada, então (brincadeira também).


    Quanto ao papo dos franceses, com ou sem pão e vinho eles fazem mesmo um som muito foda. Passa lá no site, etc. deles e manda um "joinha" se você realmente curtiu meu amigo.


    E, como sempre, estou infinitamente agradecido por você continuar participando. Piadas ou sem piadas, gosto muito de teus comentários e espero te encontrar sempre fuçando aqui meu amigo. Abraçaço! 8)

    ResponderExcluir
  5. mas olha. agradeço muito por não ser o "FUCK" brasileiro kkkkk pq não entra, mais nem forçado kaukauakuak. valew pela novidade @Pensador Louco muito bom o som, os cara apavoram, o baixo me lembra a levada funk do FLEA Red Hot Chili Peppers.

    abraço guri

    ResponderExcluir
  6. Exatamente, você tocou num ponto essencial da questão, meu nobre amigo. O funk como estilo influenciou (e ainda influencia) batalhões de músicos pelo mundo afora, e nosso querido "Pulga" é um deles. O RHCP sempre bebeu na fonte do funk e isso transpira em suas músicas.

    É mais uma prova de que, fora a manipulação escrota que o estilo teve pela mídia brasileira até se tornar o que se tornou atualmente, funk é um rico, virtuoso e atual meio de se compor muita coisa boa.

    Grande abraço e continue voltando aqui, teus comentários são sempre phoda. 8)

    ResponderExcluir
  7. Liás, esqueci de comentar: um Darth Vader assim jamais perderia pro zé bunda do Luke. 8)

    ResponderExcluir