Som no Caixão #24 - A Batalha das Floristas Contra o Mundo Cão



Olá ouvintes e ouvintas que não fogem da guerra e bem-vindos de volta ao Som no Caixão, um podcast sobre bandas, artistas e álbuns que não levam desaforo pra casa e encaram qualquer barra sem abaixar a cabeça pra ninguém. Em nosso episódio 24 faremos a resenha do álbum As Palavras Voam, do grupo de rap e hip-hop Odisseia das Flores.

Veja acima (e também no fim deste post) como fazer para ouvir o episódio direto do navegador ou baixar para teu smartphone ou MP3 player, caso você já não tenha dado um jeito de descobrir sozinho. Afinal, meus ouvintes já são acima do padrão normal de inteligência só por virem aqui.

CLIQUE ABAIXO PARA OUVIR O EPISÓDIO

Duração: 00:48:01 minutos
Tamanho do download: 38,6 mb


LINKS RELACIONADOS AO EPISÓDIO
Filme dos Ramones do Scorcese
Caixa do Sepultura na Livraria Cultura (Van do Halen)
Capa do álbum As Palavras Voam
Foto das Integrantes do Odisseia das Flores
Página do Odisseia das Flores no Soundcloud
Página oficial do Odisseia das Flores
Página do Odisseia das Flores no Facebook
Oddiseia das Flores no Twitter
Odisseia das Flores – Sem Curva na Ideia [vídeo]
Mais uma tentativa de Mark Chapman  (Van do Halen)


SOM NO CAIXÂO NAS REDES SOCIAIS
Tem Tuíti? Feicebúqui? Gúgolpluis? Unha encravada? Chore comigo nas redes sociais abaixo:
Curta o Som no Caixão no Facebook
Siga o Teatro Escuro do Pensador Louco no Twitter
Circule o Teatro Escuro do Pensador Louco no Google Plus
Também estamos no PodFlix
E no PodKasto
E no TeiaCast
E no Stitcher
E noTuneIn


E-MAIL
Gostou ou gosta de ouvir o Som no Caixão? Primeira vez? Segunda? Quarta feira? Uma das melhores formas de manter o som rolando é mandar um e-mail, nem que seja pra dizer que achou o som uma bosta. Então, cambada de desgramados, escrevam para pensadorlouco@gmail.com e mantenham este podcast morto-vivo. É grátis, é supimpa e tudo que peço é um fidibéqui pra saber se tem, alguém além das vozes na minha cabeça, ouvindo.

RSS e FEED
Só pra te informar, ambos são basicamente a mesma coisa e você pode assiná-los clicando aqui.


COMO OUVIR ESTE PODCAST
Basta clicar com o mouse no play (que parece um triângulo de três pontas apontando pra Meca) logo abaixo deste texto idiota, para ouvir direto no navegador.
Para baixar para teu computador em formato MP3, clique no link (adivinha qual?) com o botão direito e escolha “Salvar link como”.
Se você é um desses hipsters que consideram MP3 coisa do passado e de gente com pouca amplitude cultural, baixe o episódio em formato Ogg Vorbis fazendo o mesmo que fez no parágrafo acima, mas no link indicado para Ogg.
Arquivo zipado? Quer mais moleza ainda? Então sente no pudim e clique no link Zip, e nunca reclame que não damos várias alternativas pra você ouvir esta porrinha.
E finalmente, para baixar via Torrent basta clicar no link indicado (desde que você tenha um programa de Torrent instalado, mané).

Ficou claro? Benzafio!


OU CLIQUE PRA BAIXAR NESTES FORMATOS
MP3 Ogg Vorbis Zip Torrent

16 comentários:

  1. Como bom paulistano, me identifiquei bastante com o som, que retrata de uma forma muito bem feita a realidade no brás e em são paulo no geral. Admiro o hip-hop de sp, por sua força ,resistência e por seus artistas que contribuem com trabalhos em suas comunidades, que como dito, não esquecem suas raízes.

    ResponderExcluir
  2. Tem toda razão, Caio.


    Muito mais do que apenas alegrar e fazer os outros balançarem o esqueleto, música é uma forma de retratar valores, culturas, ideias e realidades. Não é a toa que música é uma das mais sérias formas de protestar, denunciar e por aí vai, e Odisseia das Flores faz isso muito bem.


    Fico feliz que tenha gostado. Grande abraço. 8)

    ResponderExcluir
  3. Porra pensador lavou o chão com a cara de muito babaca com esse som, animal adorei as letras mandou muito bem, huashuahsuashaus Eu nem sabia qo que espera quando tu falou que ia ter rap mais o programa arrasou huashuashuasa #odisseiadasflores

    ResponderExcluir
  4. Grande Alex,


    Eu não lavei nada com a cara de ninguém, estou só propagando. Elas sim fazem um arraso, mas concordo contigo que as letras e o som são excelentes, sim. Brigadão pelo comentário e por ter curtido. Propague também esse som por onde passar.


    Abração e até a próxima. 8)

    ResponderExcluir
  5. Muito bom como sempre... sou suspeita para avaliar, mas as meninas do Odisséia das Flores são ótimas e o teu texto é perfeito. Vou fazer um Rap pra você hihihihi Mentirinha <3

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigado, minha primeira dama, pela visita e comentário. Fico encantado que tenha gostado do som e do episódio, minha musa.


    E, é claro, o rap a gente vê juntos num momento privativo. Beijão, meu amor. ;)

    ResponderExcluir
  7. Brasil sil sil.


    Surpreendeu Pensador. Quando você anunciou que ia ter Rap, pensei que ia ser algo de fora. Muito bom. As meninas mandam muito bem. Vou indicar pro camarada Dré que curte muito esse Hip Hop feito por artistas que vivem o que cantam.

    ResponderExcluir
  8. Amigo voltei,só para agradecer por mais um ótimo cast show,não ouço muito hip hop mas curti muito,ainda mais por ser made Brasil,não Manjo de inglês rsrs,sei que hoje em dia obrigação ter uma segunda lingua,mas dane-se azar meu!.Grande abraço e Sucesso!

    ResponderExcluir
  9. Odisseia Das Flores6 de setembro de 2014 04:28

    Saudações Odisseianas!
    Quando existe o reconhecimento, ficamos muito gratas.
    Acreditamos sim que uma boa música tem que ter um melhor conteúdo possível, e acreditamos mais ainda que as palavras transformam vidas....para o progresso e para o regresso..
    Somos da turma do PROGRESSO, tipo aquelas que não espera a hora chegar... somos do corre atrás e faz acontecer. sim acima de tudo mais que corpo #MulheresPensantes....
    Obrigada a vc que faz nosso trabalho ganhar mais força a cada dia.
    "O VENTO LEVA AS PALAVRAS, MAIS NÃO MUDA A DIREÇÃO"

    ResponderExcluir
  10. Na verdade, antes de ter o primeiro contato com a Odisseia das Flores, ia ser um rap Japonês (medo), mas acabou que elas mandaram muito bem. Espero que Dré curta também (será que ele é um Doctor Drè?). Abração. 8)

    ResponderExcluir
  11. Bem vindo de volta, Cláudio.


    Fico muito feliz de você, apesar de não ser um ritmo que você curta muito, ter apreciado a temática, a força das letras e etc. e tal. Passe sempre por aqui, semana que vem teremos rock de monstros canadenses.


    Grande abraço. 8)

    ResponderExcluir
  12. Saudações, moças da Odisseia.

    Foi uma honra fazer o cast sobre você, que merecem todo o poder, sorte e sucesso pelas músicas fortes, engajadas e conscientes que fazem. Nunca deixem que o mundo mude vocês; façam o inverso, que será muito melhor.

    Abração. 8)

    ResponderExcluir
  13. Rap japonês ? Deve ser melhor que o pagode japonês, bwa-ha-ha.

    https://www.youtube.com/watch?v=4XKGfziuw5c

    ResponderExcluir
  14. Muito bom o programa, Pensador! Já havia ouvido e o Marc que me indicou para fazer um Antena Ligada sobre a Odisseia das Flores, curti o som delas de cara, mas como andei enrolado e havia muitas bandas que eu estava devendo, só agora fiz um sobre elas. http://www.culturapoprigor.com.br/2015/02/antena-ligada-odisseia-das-flores.html
    Grande Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Opa, pode deixar que checarei, caro Dré.

    Tenho andado meio ausente (e de forma forçada, diga-se de passagem) por causa de problemas com meus equipamentos, mas checarei agora mesmo, e fico ultra feliz que tenha gostado tanto do episódio quanto do som.

    Abração. 8)

    ResponderExcluir