Som no Caixão #33 - Lindas Famílias no Vale das Sombras


Olá ouvintes próximos do reveião e bem-vindos de volta ao Som no Caixão, que está completando agora seu primeiro ano. Em nosso episódio n° 33 faremos a resenha e audição do álbum Through the Trees, da banda estadunidense The Handsome Family.
CLIQUE ABAIXO PARA OUVIR O EPISÓDIO


DOWNLOADS DO EPISÓDIO

Duração: 00:58:28 minutos
Tamanho
do download: 56 mb

LINKS RELACIONADOS AO EPISÓDIO

COMO OUVIR ESTE PODCAST
Basta
clicar com o mouse no play logo abaixo deste texto idiota, para ouvir direto no navegador.
Para baixar para teu computador em formato MP3, clique no link com o botão direito e escolha “Salvar link como”.
Se você é um desses hipsters que consideram MP3 coisa do passado e de gente com pouca amplitude cultural, baixe o episódio em formato Ogg Vorbis fazendo o mesmo que fez no parágrafo acima, mas no link indicado para Ogg Vorbis.
Arquivo zipado? Quer mais moleza ainda? Então sente no pudim e clique no link Zip, e nunca reclame que não damos várias alternativas pra você ouvir esta porrinha.
E finalmente, para baixar via Torrent basta clicar no link indicado (desde que você tenha um programa de Torrent instalado, mané).
Ficou claro? Benzafio!



OU CLIQUE PRA BAIXAR NESTES FORMATOS
MP3 Ogg Vorbis Zip Torrent

15 comentários:

  1. Tu sabes que ñ é o meu estilo, mas bah que saudades de te ouvir!! Agradeço p/ carinho e, prometo que aos poucos retornarei,ainda estou meio "fora da casinha"...que Deus abençoe à ti e tua família neste Natal.... bjs....

    ResponderExcluir
  2. Pensador, não costumo ouvir country, mas gostei do som. Diferente. Acho que vou dar um confere nos episódios de True Detective.


    O episódio ficou muito bom. Me divirto com você lendo os comentários do Alex e a pegadinha do Latino foi foda, huahuahua. Ninguém merece ser exposto a essa bomba radioativa.


    No mais, obrigado pela lembrança. Que o SNC comemore muitos outros aniversários e um feliz ano novo para você e a família.


    Abração!

    ResponderExcluir
  3. Fala meu grande amigo! Como é bom poder escutar mais um SNC! Quando escutei a primeira música fiquei imaginando de onde já tinha escutado esse estilo até que mais na frente vc fala que eles são da abertura de um dos seriados mais modafoca de 2014! Som muito foda como sempre! Apesar da sua mensagem de natal, da qual achei foda, tenho um conceito que natal é família, é tempo para ficarmos com quem gostamos, com quem de fato importa. Reunir amigos, parentes distantes. E nesse meu conceito, vc ter indicado um blues, da qual a banda faz parte de um grupo familiar como vc bem falou, achei a indicação perfeita para se ouvir nesta data comemorativa e digamos que mesmo "meio sem querer" vc acertou em cheio a escolha do episodio: não pela música boa mas pela opção e oportunidade de se ouvir em família.


    Gostei de ouvir que as motivações para 2015 com relação ao SNC estão a todo vapor e vc está extremamente otimista quanto a isso e isso é ótimo!


    Sem querer ser chato, mas agora tive a certeza que vc não é humano e que é um ser do futuro quando vc disse que "2015 foi punk" aos 3 minutos e 07 segundos. Sempre desconfiei hahaha brincadeira! :)


    Fico muito lisonjeado pela menção honrosa que vc fez no cast quanto a minha pessoa! Sei como é foda fazer um podcast, quanto mais um podcast de nível altissimo como o SNC e saber que ajudei de alguma forma é extremamente gratificante! Apesar que acho que não fiz muita coisa!


    Então é isso, deixa eu parar de falar besteira que já tá muito meloso isso aqui. Vida longa e prospera ao SNC e que tenhamos um 2015 melhor que 2014. Abração pra vc e sua família meu amigo do futuro!
    o/

    ResponderExcluir
  4. Fala meu grande amigo! Como é bom poder escutar mais um SNC! Quando escutei a primeira música fiquei imaginando de onde já tinha escutado esse estilo até que mais na frente vc fala que eles são da abertura de um dos seriados mais modafoca de 2014! Som muito foda como sempre! Apesar da sua mensagem de natal, da qual achei foda, tenho um conceito que natal é família, é tempo para ficarmos com quem gostamos, com quem de fato importa. Reunir amigos, parentes distantes. E nesse meu conceito, vc ter indicado um country, da qual a banda faz parte de um grupo familiar como vc bem falou, achei a indicação perfeita para se ouvir nesta data comemorativa e digamos que mesmo "meio sem querer" vc acertou em cheio a escolha do episodio: não pela música boa mas pela opção e oportunidade de se ouvir em família. Agora nunca mais mande seus ouvintes quebrarem os discos do Luan Lixo Santana, pois acho que ninguém que escuta o SNC escuta esse lixo de musica.

    Gostei de ouvir que as motivações para 2015 com relação ao SNC estão a todo vapor e vc está extremamente otimista quanto a isso e isso é ótimo!

    Sem querer ser chato, mas agora tive a certeza que vc não é humano e que é um ser do futuro quando vc disse que "2015 foi punk" aos 3 minutos e 07 segundos. Sempre desconfiei hahaha brincadeira! :)

    Fico muito lisonjeado pela menção honrosa que vc fez no cast quanto a minha pessoa! Sei como é foda fazer um podcast, quanto mais um podcast de nível altissimo como o SNC e saber que ajudei de alguma forma é extremamente gratificante! Apesar que acho que não fiz muita coisa!

    Então é isso, deixa eu parar de falar besteira que já tá muito meloso isso aqui. Vida longa e prospera ao SNC e que tenhamos um 2015 melhor que 2014. Abração pra vc e sua família meu amigo do futuro!
    o/

    ResponderExcluir
  5. Ufa, só agora arrumei tempo de voltar a encarar meu blog.


    Minha amiga, que saudades de tuas visitas e comentários. Espero que este novo ano te traga apenas coisas boas, novas chances, promessas e possibilidades, tanto a você quanto a todos a tua volta, e que vocês sejam sempre muito felizes.


    Beijão. 8)

    ResponderExcluir
  6. Marc,

    True Detective é realmente uma série excelente (ao menos a primeira temporada foi) e mais ainda por ser um arco de histórias fechado em si mesmo (cada temporada será assim) ao invés de ficar se estendendo eternamente. Vale muito a pena assistir.



    Sobre a banda, o que me encanta sobre ela e seu estilo é fazer justamente a junção entre música "de caubói" e temas mais soturnos/fantasmagóricos como letras, coisa que você não consegue facilmente correlacionar como tendo a ver. Eu curto tanto isso que já tenho até outra assim engavetada (só que da Suécia, e bem mais horrorífica) pra fazer algum dia.


    Senti falta de um CPR Radio de fim de ano, mas fazer o que? Vocês está ficando muito pop. Deve ser coisa de Marvete. A parada do "Latindo" foi realmente de doer. Não tenho palavras capazes de xingar esse vídeo e música o suficiente.


    Abração e bom ano. 8)

    ResponderExcluir
  7. Wendell,


    Concordo contigo quanto a tudo o que disse. O que me emputece é ver todo esse mundo mercadão das pulgas em volta tentando só te fazer comprar, e querer mostrar um mundo feliz que na realidade é inexistente. Pra mim, família, amigos, pessoas importantes e etc. são assim sempre, e não preciso de dia ou feriado pra lembrá-los disso. A culpa é toda da Coca Cola, hahahaha.


    Que bom que curtiu a banda. Desde que assisti True Detective venho tentando contato com eles, e finalmente deu certo. A música deles, essa mistura insana de country com etéreo ou gótico é muito boa, e concordo contigo mais uma vez: ouvintes do SNC podem ser orgulhar de não ouvirem Luan Sei-lá-quem e eu mais ainda de ter ouvites assim.


    Sobre a derrapada do ano 2014/2015, nada tem a ver com viagens no tempo. São "dorgas" mesmo, hahahahahaha. Eu sabia que estava me metendo em merda quando me deram aquele chazinho no show do Raul Seixas.


    Abração pra você, pra todos de tua família, amigos e "bem-quistos". Hoje e sempre. 8)

    ResponderExcluir
  8. Pensador meu querido, muito obrigado pelo reconhecimento e por suas belas palavras.Espero que 2015 seja um ano fantástico e com muito som no caixão para todos nós!
    Me desculpe a demora para ouvir esse episódio , estava fora por um tempo.. fim de ano , sabe como é né ?!
    O episódio por sinal esta ótimo como todos, sempre variando entre estilos sem perder o toque especial do underground.Ainda não tinha escutado um country carregado e soturno como este, será que é o inicio de um subgrupo do country?Tomara !
    Abraço Pensador.

    ResponderExcluir
  9. Poizé, acabou não rolando o nosso especial de fim de ano, mas o Radiocast deve voltar logo e estamos tão pop que só vai rolar Justin Bieber, Selena Gomez e afins por lá,huahuahua.


    Abração.

    ResponderExcluir
  10. Ah cara....cade o link para downloads das musicas???? Sei que se eu procurar eu acho, mas vc acostumou muito mal a gente e é muito mais prático se ele estiver ali em cima hehehe

    ResponderExcluir
  11. Se for um cast dando dados pessoais e endereço deles, e oferecendo uma mariola pra qualquer hitman ocioso e disponível nas redondezas, darei meu sincero apoio. 8)

    ResponderExcluir
  12. Mil desculpas, meu amigo. Eu fiz este episódio literalmente na estrada. Ele foi gravado e editado com o pé esquerdo e minha unha do dedão está encravada até agora.

    O pobrema é que eu só coloco os "linques" pros sons baixáveis quando a própria banda faz isso e/ou permite, o que não é bem o caso do Handsome Family. Entretanto, eles têm seções no “sáite” para ouvir gratuitamente de graça e sem pagar nada muitas de suas músicas, e outra para comprar em CD ou vinil seus trabalhos. Acabei de colocar os links no post para reparar minha falha vergonhosa.

    Mas isso não nos impede, como o próprio Marc (do comenatário acima) costuma dizer, de procurar na locadora do jack Sparrow, hahaha. Eu mesmo conheci mais o som deles assim.

    Grande abraço. 8)

    ResponderExcluir
  13. Nobre Caio, entendo perfeitamente. Eu mesmo estava completamente sem tempo e doido pra varrer pro esgoto esse restolho de ano horroroso que foi 2014. Mas espero que este agora valha a pena, pra mim, você, todo mundo.

    Olha, a coisa que realmente me pegou pelas narinas quando ouvi o som deles a primeira vez foi justamente esse ar sorumbático nas letras, somado ao som pesaroso e arrastadão do country. Faz o som ficar muito fantasmagórico e relembrando histórias que velhacos como eu liam na extinta revista Kripta (saudades) ou nos velhos jogos do Alone in the Dark.

    Em minhas buscas, já achei referências ao estilo como você mesmo disse, um subgrupo, e muitos o batizam simplesmente de "dark country" ou "weird country". O que quer que seja, eu curto bastante e bandas como Those Poor Bastards são dignos representantes do estilo (deixarei um vídeo deles pra você checar). Ghoul Town também é boa, mas o som deles é mais porrada.

    Aliás a banda do episódio só não foi essa (Those Poor Bastards) porque a The Handsome Family tem todo esse lance de família e união que eu queria usar pra caber certinho com o clima de natal ao inverso. Mas curto muito o som deles também.

    Abração e bom ano! 8)

    https://www.youtube.com/watch?v=8mGcsty8Wqk

    ResponderExcluir
  14. Rogério B de Miranda14 de janeiro de 2015 14:11

    Sim estava sumido... E qual minha surpresa em ouvir uma novidade ótima que esta banda foi... Vou ouvir mais coisas deles com certeza... Aliás acho que a banda me define... Algo tranquilo, quieto, mas que no interior, nas letras é o Ragnarok rs
    Falando em atraso, obrigado pela menção na mensagem de natal e um ótimo 2015 para todos nós!!! Não se esqueça que se tudo correr nos conformes, no meio do ano tô por aí...
    Abraços

    ResponderExcluir
  15. Saudações de retorno, nobre Roger,


    Fico muito feliz que esteja de volta, e de alguma forma eu sabia que o clima lúgubre das letras, somado à levada calma das composições, agradaria muito a vossa senhoria. Teu comentário matou a pau.


    Ótimo ano pra você também, espero que este seja bem melhor que o arremedo de dias horrorosos que foi 2014, e estou contando os dias pra receber vocês aqui no abismo do sul.


    Abração e volte sempre. 8)

    ResponderExcluir