Desleituras #11 - Histórias Que os Totens Contam


Bem-vindos de volta ao Desleituras, o podcast com áudio contos, histórias e textos enviados por seres pensadores e escrevedores da internet. Em nosso décimo primeiro episódio, fazemos a narração do conto Histórias Que Os Totens Contam, do autor mineiro Alexandre Silva. O conto é uma fantástica fábula xamanística para adultos, misturando mudança de eras, sabedoria e conhecimento como forma de vida.

Se você, que além de ouvinte é também escritor, profissional ou amador, quiser ter seu conto ou história lido aqui, mande o texto para pensadorlouco@gmail.com e será lido com muita honra (e teus créditos como autor devidamente afirmados e divulgados).

Ouça no player acima (ou abaixo) direto do navegador ou baixe para teu smartphone ou MP3 player abaixo (clicando no link com o botão direito e escolhendo “Salvar link como”). Assine nosso feed clicando no menu superior em “Nossos Feeds” ou via QR Code, no lado esquerdo da página, para adicionar nosso podcast no teu celular ou agregador de feeds.

CLIQUE ABAIXO PARA OUVIR O EPISÓDIO

DOWNLOADS DO EPISÓDIO



LINKS RELACIONADOS AO EPISÓDIO



OUÇA TAMBÉM CLICANDO ABAIXO



8 comentários:

  1. Seu pensador esse não foi um conto de fadas, foi um contos de fadas debola com tantas camadas quanto o Shrek hahahahaha. Foi aranha passando pra morcego passando pra indio passando pra mulher passando pro leitor, que doidera cara. Curti.

    ResponderExcluir
  2. Tenho mesmo que volta a ouvi isso aqui, que dah uma zuera na cabeca huashuahsuahsa Se eu fosse ouvi cheio de ganja eu naum voltava mais do mundo da fantazia haushuashaushausha. Mano na boa o cara eh mineiro mais parece que vio da lua, esse Alexandre eh muito louco haushaushausa vai tira teu emprego huashuahsuashuasha

    ResponderExcluir
  3. Pois eu te respondo que o senhor está completamente certo, caro Sandro.


    Depois de ler teu comentário, percebi que a história era auto-referente em tantos níveis que poderia ser um spin-off de Inception (brincadeira). Fico muito feliz que tenha gostado e espero que continue sempre passando pra ouvir as novidades.


    Grande abraço. 8)

    ResponderExcluir
  4. Grande Alex, este episódio foi realmente lisérgico como um iDoser.


    Imagino que num caso como o teu, de alguém que aparentemente já vive num estado de "dorgas" sem precisar tomar nada, esse conto tenha te feito ir e voltar de OZ e palitando os dentes com o capim da Terra do Nunca, he he he.


    Alexandre Silva é mesmo um escritor incomum. Aliás, como vocês dois são mineiros e completamente insanos, será que há alguma correlação?


    Abração. 8)

    ResponderExcluir
  5. Cara, que conto viajante. Isso que é transmissão de conhecimento. Aranha, morcego...Escutei duas vezes pra ver se tinha deixado de pegar algo, huahuahua. Muito doido,muito bom.

    ResponderExcluir
  6. Grande amigo Marc, esse foi mesmo de dar um nó na cuca. Eu mesmo me peguei relendo algumas vezes antes de fazer a narração, pra entender os detalhes.


    Muito obrigado pela visita e comentário. Eu bem queria uma criatura mística pra me contar todas as histórias do mundo, mas não precisava ser necessariamente uma aranha ou morcego.


    Abração. 8)

    ResponderExcluir
  7. Rogério B de Miranda30 de setembro de 2015 05:07

    Meu amigo gostei muito do conto. Parabéns ao seu autor e a você pela forma sui generis de narrar.
    A forma que narra, a trilha sonora e o conto, me transportaram para um ambiente todo noir dos anos 50. Bem legal mesmo.
    Fico meio que postergando ouvir este podcast, mas o ouvirei com mais frequência.
    Abraços.
    Roger

    ResponderExcluir
  8. Grande Roger, obrigado por ouvir e voltar pra comentar. E obrigado por estar gostando do Desleituras. Apesar de ele ter uma pegada completamente diferente do Som no Caixão, fico feliz que esteja te agradando também. Abração. 8)

    ResponderExcluir