Desleituras #16 - Pele Real


















Bem vindos de volta a Desleituras, o podcast com áudio contos de autores e autoras que independem do meio físico de contar suas hitórias. Em nosso décimo sexto episódio, fazemos a narração do conto Pele Real, de Hélio Milhafres.

Se você, que além de ouvinte é também escritor, profissional ou amador, quiser ter seu conto ou história lido aqui, mande o texto para pensadorlouco@gmail.com e será lido com muita honra (e teus créditos como autor devidamente afirmados e divulgados).

Ouça no player abaixo direto do navegador ou baixe para teu smartphone ou MP3 player abaixo (clicando no link com o botão direito e escolhendo “Salvar link como”). Assine nosso feed clicando no menu superior em “Nossos Feeds” ou via QR Code, no lado esquerdo da página, para adicionar nosso podcast no teu celular ou agregador de feeds. E acima de tudo, espero que goste do som. 

CLIQUE ABAIXO PARA OUVIR O EPISÓDIO


 
DOWNLOADS DO EPISÓDIO

SOM NO CAIXÂO NAS REDES SOCIAIS

OUÇA TAMBÉM CLICANDO ABAIXO



8 comentários:

  1. Manu que historia cabrera, mais eu dava uma perna pra encontrar com uma lobinha assim huehuehuehuheuhe O mais que encontrei rodandos pelas quebrada da noite mesmo foi umas meninas bem cachorras huehuehsuheuhuehue

    ResponderExcluir
  2. Cara, te juro que se morasse em Minas tentava te arrumar uma namorada. Vai ser tarado assim no inferno, ha ha ha.

    Brigadão pela visita novamente, Alex. Fico contente que tenha gostado do conto, e espero que continue sempre aparecendo.

    Abração. 8)

    ResponderExcluir
  3. Rogério B de Miranda13 de janeiro de 2016 14:42

    Muito bom. Onde você acha essas trilhas perfeitas? Conto excelente, um certo olhar contra o machismo e uma mostra do poder feminino, gostei.
    E The Killing Moon fechou com chave de ouro.
    Sobre começar o conto de cara, ficou muito bom, mas senti falta de mais informações, mesmo que no final.
    Abração

    ResponderExcluir
  4. Faaaala, grande Roger.

    Muito obrigado por gostar desse conto capaz de colocar todos os homens num moedor de carne e transformá-lo em almôndegas saborosas. Depois de ouvi-lo, não tinha mesmo como escolher uma música que não fosse The Killing Moon (se bem que Bark At The Moon quase foi escolhida no lugar).

    Fico feliz também que tenha gostado do novo formato, mas permita-me explicar. A partir de agora a bio do autor e etc. ficará sempre para o final. O problema é que Hélio já escreveu tantos contos para o Desleituras que está incrivelmente repetitivo narrar sua biografia. Mas já levei esporro quanto a isso (não levei em conta que alguém que nunca ouviu os episódios passados poderia não saber quem ele é). A partir do próximo já será reparado.

    Abração e volte sempre. E cuidado com mulheres que uivam. 8)

    ResponderExcluir
  5. Cara, me amarrei na "lobislher". Na verdade gosto muito mesmo quando pegam personagens clássicos do horror e fazem versões femininas. Ótimo conto, e encerrou muito bem com The Killing Moon.
    Sobre deixar as informações para o final, por mim tá beleza.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. E eu me amarrei no termo LOBISHER. Bem melhor que lobismulé, ou coisa assim.

    Também acho phoda quando personagens femininas são colocadas a frente sobre lendas, mitos e contos de monstros clássicos, dá outra visão ao tema (e este, no caso, trouxe uma nova ideia para a "idade da loba", se é que me entende).

    Também acho que as infos pro final ficaram melhores. Será padrão daqui pra frente. Grande abraço e apareça sempre, Marc. 8)

    ResponderExcluir
  7. Interpretação especialmente bela aqui. Parabéns pensador, muito boa mesmo!

    ResponderExcluir
  8. Opa, muito obrigado, meu amigo. Como gosto muito deste conto, me esmerei em narrá-lo. Obrigado por continuar acompanhando e aguarde que novidades virão.

    ResponderExcluir