Desleituras 02 - O Gárgula


CLIQUE ABAIXO PARA OUVIR O EPISÓDIO


Duração:
00:11:34
Tamanho do Download: 9,40Mb
Faça o Download em MP3
Faça o Download em Zip
Trilha Sonora: Radio Noiseville - City of Phantoms [download]

Bem vindos de volta ao Desleituras, o podcast com áudio-contos encontrados em berços escuros da internet. No segundo episódio, fazemos a narração do conto O Gárgula, de Alexandre T. Silva.

Como sempre, se você que além de ouvinte é também escritor, profissional ou amador, quiser ter seu conto lido aqui, mande o texto para pensadorlouco@gmail.com e, não sendo tão grande quanto um tratado sobre Dostoiévski, será lido com muita honra e com teus créditos como autor devidamente afirmados e conferidos.

Basta clicar no início deste post ou no final para ouvir o Desleituras direto do navegador, ou escolher a forma de download no final do mesmo. Se quiser também, ouça em teu agregador, smartphone ou MP3 player assinando o feed. Todos os feeds estão listados no menu de cima do site.

E, claro, deixem seus comentários aqui, por email ou nas redes sociais e me digam o que acharam sobre o conto, o projeto ou qualquer coisa que der na telha.



OU CLIQUE PRA BAIXAR NESTES FORMATOS
MP3 Ogg Vorbis Zip Torrent

6 comentários:

  1. Imagino como era ouvir radionovela. O clima criado pela trilha ficou demais. Ótima ideia e projeto bem executado. Gostei do texto também. Uma voz um tanto lúgubre que nos conta uma boa história. Caramba. Caramba.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto pensador, reflexão costumeira de quem vive na rotina impiedosa de uma cidade grande.

    ResponderExcluir
  3. Texto muito bom, trilha idem e excelente narração Pensador. Essa é a vida na grande metrópole, rs

    ResponderExcluir
  4. Meu amigo, mil desculpas pela demora em responder (aliás, a todos que comentaram aqui) mas estou sufocado de trampo este fim de ano.


    Dito isso, brigadão pelo comentário e me encheu de alegria lê-lo. Realmente, parte do motivo que me fez criar este cast "secundário" foi trazer de volta aquela sensação de ouvir radio-histórias (contos, novelas, o que fosse) que eu ainda peguei um pouco quando criança (nas rádios AM do Rio de Janeiro, diga-se de passagem), e ter você identificando isso valeu muito, muito mesmo.


    Obrigado pela crítica e visita, e mais ainda porque já teremos contos teus nos próximos episódios. Muito obrigado e volte sempre. 8)

    ResponderExcluir
  5. Caio, brigadaço pela visita e comentário. Estava sentindo falta de tuas aparições. O conto do Alexandre cita mesmo a impiedosa vida nas metrópoles, toda aquela alienação e etc. Vê se aparece mais. 8)

    ResponderExcluir
  6. Valeu, mestre Marc. Quando li esse conto a primeira vez, fiquei logo de cara pensando que ela o surgimento de um tipo sexagenário de V, tipo aqueles véios que ficam nas filas de banco reclamando de tudo, e um dia um se levantou nervoso, hahaha.


    Fico feliz que tenha curtido. Volte sempre e continue mandando todas naquele cast phodástico que vocês fazem. 8)

    ResponderExcluir